o que é ser livre pra você?

5d20kdvfcfa-averie-woodard

 

hoje passei para deixar uma mensagem rápida… um pensamento, ou melhor, um sentimento que vem ganhando cada vez mais força e tamanho por aqui.

sou daquelas pessoas que gosta de explorar uma única coisa até o fim ao invés de ficar lidando com muitas opções e possibilidades. que “encasqueta” com as coisas, como sempre me disse minha mãe.

por isso, nunca consegui ler mais de um livro ao mesmo tempo, precisava de um foco por vez, e sempre fui de fases, com comida, música, amigos, atividades… quando gosto, gosto e é isso. vou fundo e sem mais.

com música é assim, de tempos em tempos elejo uma que combine com o meu momento, com meus desafios, com meus pensamentos. e faço dela um convite a minha profundidade… quando começa preciso parar, estar presente e sentir. e se sinto, me emociono.

há poucos meses descobri (= comecei a ouvir) o tiago iorc, e foi só há algumas semanas, buscando vazão a esse sentimento que vim compartilhar, que descobri a música mais linda dele, liberdade ou solidão.

foram muitos dias seguidos em que eu parei, no meio da loucura do meu dia a dia, para pensar sobre isso… liberdade. sobre o que é ser livre e como conquistamos isso, de fato.
sabe, parar tudo, olhar pela janela e ficar buscando respostas? ou sentar na grama e ficar repetindo aquilo que quer entender onde e como te toca?

essa música me acompanhou no último mês, especialmente nesses momentos, de busca e de paz.

quanta sabedoria e profundidade expressa de forma tão simples e leve. aquele texto fácil, que a gente escuta uma vez e já sai cantando…

vinha sendo um reforço dos pensamentos e sentimentos que estavam pulsando aqui dentro, os quais eu precisava construir, dar vida e forma.

esses dias, desenhando com a débora, membro do time high stakes, experiências que queremos criar para pessoas sentirem o que é viver o estilo de vida high stakes, eu pontuei a liberdade como uma característica muito importante e na hora ela falou, “mas como a gente mostra isso pras pessoas, mamá? como se tangibiliza a liberdade?”.

aí que tá… a liberdade, como eu vejo, não se mostra, não se ensina, não se traduz. liberdade a gente sente, interioriza. ou ela está presente em todos seus pensamentos e atitudes, ou ainda é apenas um desejo, uma ilusão que você queria que já fosse realidade.

a gente cresce ouvindo que é legal ser livre, que liberdade é sinônimo de sucesso e poder, e eu vinha me perguntando de que liberdade está o mundo falando se o que mais fazemos é alimentar o oposto? se o que mais vimos são pessoas presas a sonhos, padrões, pessoas, status…

as profissões admiradas e valorizadas, o corpo ideal, o relacionamento perfeito, os padrões de comportamento esperados… o tempo todo o mundo externo cortando nossas asinhas sem sequer nos deixar pensar sobre o que queremos ou não.

ser livre não é necessariamente negar essas coisas, é escolher sem nenhum palpite como você quer vivê-las, quando e por quê. é ter a coragem de expressar a sua essência em cada passo que dá, ainda que isso signifique não dar alguns passos.

é colocar o ser antes do fazer, do ter ou de qualquer outro verbo que queira. é fazer mais pelo querer e menos pelo “tem que”.

“livre, ela o que era mais queria ser”... esse mês repeti essa frase para mim mesma pelo menos uma vez por dia. um sentimento que me consumiu. deixei ele vir e ficar o tempo que fosse necessário, pois eu precisava criar clareza do que pensava e sentia sobre isso, de como queria lidar, como queria poder falar de liberdade honrando minhas palavras.

belos que são os sincronismos da vida, há poucos dias o gabriel me presenteou com reflexões sobre o assunto. sobre ser livre, verdadeiramente. uma necessidade dos dois lados, mostrando que algo precisava ser revisto. estou mais em paz comigo hoje do que estava há 3 dias atrás. agora respirando fundo, sem peso.

quis vir compartilhar essa sensação e te convidar a parar um pouquinho também e buscar suas respostas.

o que é ser livre pra você?

pra mim, liberdade é, acima de tudo, um estado de evolução. é produto direto do amor próprio, da sua conexão com o seu eu.

ser livre é se relacionar de forma construtiva, partir quando achar necessário e ficar quando tiver vontade. é, ao mesmo tempo, deixar os outros irem e virem sem sofrer com as escolhas deles, sem se prender a elas, sem se render às prisões.

ser livre é se reinventar, viver sua metamorfose em paz. é seguir seu caminho sem olhar pro lado para pedir aprovação ou sem sofrer qualquer pressão e julgamento. é não aceitar um mapa com a indicação de por onde ir e qual tesouro buscar.

é viver leve, em paz. mergulhar na sua essência, chegar na sua raiz e se ter como norte. só assim você consegue cortar todos os fios que de alguma forma te prendem ao mundo, às pessoas, às regras e padrões… aos medos e traumas que nutre desde criança.

sabe aquela história sobre si mesmo que você se conta? será que é você mesmo o personagem principal ou é apenas uma história que você já contou tantas vezes que passou a acreditar que é sua?

a liberdade da qual falo e que desejo morre nesse momento, quando a autoconsciência sai de cena, quando o outro ganha espaço e poder numa realidade que deveria ser só nossa.

compartilhei aqui o que venho formulando que significa ser livre para mim, mas certamente suas descobertas serão diferentes, e para isso até te sugiro alguns questionamentos…

quanto tudo que você faz e vive é escolha sua e quanto é apenas um mecanismo de fuga, dos seus medos, angústias, inseguranças?

quantos dos seus relacionamentos são livres e construtivos, e quantos são apegos que te ajudam e se sentir completo e seguro?

quantas das suas escolhas são expressões da sua essência e quantas são você seguindo os direcionamentos que o mundo lá fora vem te dando?

tudo na vida é um instrumento para a nossa autorealização. se você vive seus relacionamentos e experiências como se eles fossem a realização em si, você já não é livre. não a meu ver.

a prisão é essa, tirarem da gente o que é nosso.

diz a música…

livre, pra ir e vir e ser o que quiser
quando quiser e se quiser
(…)
livre, pra encontrar motivo outra vez
mais uma vez ou de uma vez
(…)
e só o tempo só o tempo pra descobrir
o que vai ser
e só o tempo só o tempo pra descobrir
o que é viver
e pra você, o que é ser livre? como é viver assim?

 

  • Thiago Messias

    Acho que não teria texto melhor pra fechar esse ano de 2016 cheio de action!!!!
    Thanks for everything. You guys are the best.
    Cheers, sister!!!!

  • Lucia Amato Muner

    Marina, você sempre me emociona! Grande Ano para vocês! Aproveita o Matutu, demais!

  • TALITA MENDES

    Texto incrível, Mamá!

  • Iris Vanessa

    Penso que essa liberdade é se despir de tudo que um dia acreditei ser liberdade e que hoje vejo que são apenas rótulos que dão acesso a um mundo de aprisionados pela “liberdade” que criaram, mas que passa longe da liberdade da alma e do ser.

  • José Carlos Manoel da Silva

    LIberdade… Para mim, liberdade é ficar em paz depois de fazer escolhas. Aceitar conviver com suas conquências, para depois, mudar conscientemente de direção. Se assim falar o coração.

    • Pâmella Paes

      Isso!!!

  • Cesar Pires

    uau!!! que texto lindo! para mim a liberdade é tão essencial quanto o ar que respiro.

  • Helio Braga d’Avila Mendes

    que isso hein…

  • Luana Costa

    Ufa que texto, quanta sensibilidade ! Liberdade é impossível sem auto conhecimento e auto estima, pós isso é só despir a alma e ser livre de/para qualquer coisa. Feliz 2017 !!!

  • Dayana Costa

    Sempre sonhei com a liberdade, ela me encanta, penso nela personificada em uma imagem minha, em uma linda paisagem dançando na companhia do vento, essa minha versão me chama para ser livre, e o medo me prende. Assim eu vejo a liberdade, assim eu venho tentando crescer e evoluir, pq a minha evolução está ligada a conquista da minha liberdade. Obrigada por compartilhar as suas reflexões, e as perguntas, que sem dúvida irei refletir sobre elas.

  • Renato Rech

    Muito bom! ” Liberdade é uma estado de evolução.” Para mim ela é o simples fato de não agradar ninguém. É um lado da balança da felicidade. É a consequencia do auto conhecimento e de andar em direção ao que se acredita.

  • Camila BC Martins

    Oi, Mamá! Liberdade é o que eu busco nesse momento. Minha experiência HS me deu muito isso, autoconsciência. É claro que não se consegue isso de uma hora para outra. Mas relaxar o autocontrole e libertar meus sentimentos e emoções têm feito bastante sentido pra mim. Tudo isso pra buscar saber o que eu quero, quando e como, como vc disse no seu texto. Adoro suas reflexões! Elas me inspiram também a escrever e a me entender a partir desse fluxo de ideias às vezes coordenadas, às vezes não. Não me importo que elas sejam livres pra sair de mim. A busca da liberdade se inicia com uma mudança de atitude: liberar tudo o que está preso e deixar que os fantasmas da sua alma voem e retornem com um rosto, com um sentimento, com um sentido. E as suas várias faces se mostram pra você e você as aceita e as deixa ir, sem apego, sem julgamento. Livres pra serem e não serem mais.

  • Cristiane Lisovski

    Muito bacana pensar em liberdade como um estado constante de evolução. Uma das coisas mais malucas que demorei 36 anos da minha vida para aprender foi que “disciplina é liberdade”, o Renato Russo já cantou isso há muito tempo, outros já devem ter cantado, declamado, vivido, etc, porém, venho pensando fortemente sobre isso sobre a perspectiva de que quando mais disciplina eu tenho, mais livre eu sou. e tudo por que? por que eu posso escolher o que me faz bem, assim tenho tempo para o que é realmente importante em vida e o melhor: sem sofrer com isso. Eu sofria em pensar que algo não estava bem arrumado aqui em casa, que havia um cesto com roupas sujas ou então uma louça não lavada. Essas coisas não irão acabar nunca, e na real, continuo tendo que fazê-las, então, por que não fazer logo, me “livrar” delas e ter mais tempo para outros temas que realmente importam, que realmente me farão crescer. watchout meu para isso, após o moving up. super abraço, #gratidão