Como atingir o estado da arte?

 

É comum alguns pontos de interrogação aparecerem na cabeça quando ouvimos por aí falar em alta performance.

As vezes vejo até umas pessoas fazendo careta. Você é uma delas? ?

Que raios significa viver em alta performance?

Pra mim viver em alta performance é ter domínio sobre todas as áreas da vida e agir de forma diferenciada em cada uma delas. É sair do automático e tratar como arte tudo que se faz.

É enxergar as coisas com um novo olhar sempre. É caminhar para um outro nível na vida e fazer absolutamente tudo tentando atingir seu melhor desempenho. E aí alcançar os melhores resultados. Quem não quer?

Para aqueles que estão familiarizados, acho que existe um certo consenso de que viver em alta performance é atingir um alto nível de desempenho em todas as áreas da vida e manter isso constante. Ou seja, nada do efeito montanha russa.

Eu gosto de definir de outro jeito. Diria que viver em alta performance é atingir o estado da arte na vida… seja nas atividades do dia a dia, no trabalho, nos relacionamentos ou consigo mesmo.

Por que você acha que algumas pinturas realmente tocam você lá no fundo? Que admira as pessoas que mudam a vida de outras com ideias, projetos, empreendimentos? Ou que se sensibiliza quando vê um médico que se entrega 100% ao seu trabalho e é muito feliz assim?

Pra mim a resposta é: porque é tudo arte.

Uma mistura entre propósito, trabalho pesado e expressividade (que liberta).

Por trás de cada uma dessas situações tem uma pessoa atuando em alta performance. Tem um artista realizado, vivendo sua arte e realmente buscando atingir nisso o estado da arte.

E uma coisa é fato… pra atingir o estado da arte, só com muita paixão, disciplina e masterização.

Uma bailarina que sobe no palco e leva a platéia para um outro nível de consciência não está apenas repetindo movimentos. Ela não está ali apenas… fazendo. A emoção proporcionada é resultado de meses de ensaio, dor, abdicação, dedicação… e principalmente, de paixão e objetivo.

O estado da arte exige isso… exige muito mais do que o previsível. Exige alta performance diária.

E aqui entra um erro muito comum… Se você quer atingir esse nível de desempenho e expressividade não pode deixar passar um dia sequer.

E a verdade é que quando vivemos nossa arte é isso que queremos mesmo: chegar no nosso máximo todo dia e levar isso com consistência. Nunca olhar pra baixo, só pra cima.

Imagina um atleta que chega numa competição e tem um o desempenho montanha russa, um dia é excepcional e no outro deixa todo mundo de queixo caído sem entender o que aconteceu.

Acha que é possível um profissional ter sucesso assim? Dá para chamá-lo de artista?

Não. Quem busca o estado da arte não olha pra trás e nem aceita voltar alguns passos. Só olha pra cima, porque sabe onde quer chegar.

Se admiramos tanto pessoas que tem esses desempenhos surpreendentes, porque tantas vezes nos damos ao direito de diminuir o ritmo de treino depois que atingimos uma marca? Ou pior, de nem buscar essa marca e viver sem a adrenalina, a realização e o reconhecimento que o estado da arte proporciona?

Viver em alta performance é primeiramente mudar sua forma de pensar. Quando você decide viver sua arte não tem mais dia perdido, não tem mais sobe e desce, e não tem mais mais ou menos.

Começa aquela busca diária por masterizar cada área da vida, cada detalhe do seu dia e da sua performance. Cada passo, cada pensamento…

É praticamente entrar naquele estágio em que as pessoas até te olham torto e falam o tempo todo “você tá exagerando”.

E o que fazer pra atingir isso?

Aos 6 anos eu entrei no ballet e aos 11 descobri que essa era a minha paixão. Vivi o sonho de (quase) toda menina de ser bailarina e até que isso durou bastante.

Hoje eu sei que o ballet não foi e nem ainda é somente uma paixão. Ele me ensinou muito e hoje percebo que herdei muita coisa desses anos como artista. Ainda que nessa época eu não conhecesse o conceito de alta performance, com certeza foi nesse momento que a sementinha foi plantada.

Eu adquiri não só disciplina e rotinas, como aprendi a ter foco, traçar objetivos e me planejar pra isso.
Aprimorei uma das coisas que considero fundamental para quem quer realmente ter performances surpreendentes: mente e corpo em perfeita sintonia e comunicação.

Toda e qualquer atividade pede força, energia, flexibilidade e equilíbrio, tanto mental quanto físico.

Quando corpo e mente se conectam harmoniosamente, tudo flui. Então isso tem que estar sempre no radar!

Hoje, praticando meditação e mentalização (e um pouco de yôga também, mas não regularmente) essa percepção corpo e mente está ainda muito mais forte pra mim.

Mas confesso que minha maior dificuldade ainda é passar a flexibilidade que eu tenho no corpo pra vida. Minha mãe sempre me falou “você leva tudo muito a ferro e fogo”. E é, levo mesmo. Mas venho trabalhando isso pra ter mais jogo de cintura. Ser mais livre, leve e solta 🙂

E assim é a vida, quanto mais a gente pratica, mais percebe as evoluções e melhores resultados atingimos.

Além dessa questão chave da conexão entre mente e corpo, eu destacaria mais 3 coisas que realmente influenciam meu desempenho e acredito que podem fazer a diferença pra você também.

  • Ter relacionamentos intensos e saudáveis

Eu acredito que um dos grandes segredos da vida é as pessoas que você mantém na sua zona de influência. O objetivo tem que ser sempre se cercar de pessoas que te impulsionam e inspiraram, seja porque elas são um exemplo pra você, ou porque te respeita, acreditam em você e despertam seu melhor.

Como fazer isso?

Procure pessoas que tenham essa atitude com você e seja assim com os outros também.

E uma dica de ouro: dê valor pra quem realmente vibra com você e por você! Bater no ombro ou dar conselhos na horas ruins é muito fácil.

Você só percebe mesmo que tem relacionamentos intensos e saudáveis quando o seu brilho faz os olhos do outro brilhar. Se ofuscar, é porque não é verdadeiro e em algum momento isso vai te puxar pra baixo.

Olhe ao seu redor e pense quem são as pessoas mais próximas de você… vai ficar claro isso que estou falando!

  • Saber se comunicar

Conseguir se expressar e ter poder de convencimento é mais de meio caminho andado… a vida cobra isso da gente o tempo todo.

Por que viver a sua arte escondido se você tem um mundo pra encantar com ela?
A arte só existe quando sai de um corpo e atinge outro… quando comunica, se expressa.

E diferente do que muitas pessoas pensam, a temida palavra “persuasão” pode ser muito positiva. Se você realmente vive sua arte, você não vai tentar convencer alguém de algo só pra se sair bem. Você vai priorizar a comunicação… vai mostrar pro outro que ele pode receber algo de você que vai gerar valor pra ele. E isso é lindo. É arte!

Então a minha sugestão é: se interesse mais pelas pessoas, por trocar valor e conhecimento.

Pense o seguinte… como eu posso aprender nem que seja 1% com essa pessoa e como eu posso dar pelo menos 1% de valor pra ela? Simples!

  • Ser produtivo

Ser produtivo não é entrar naquela busca alucinante de fazer mais em menos tempo. É buscar formas de fazer melhor o que você faz… fazer as coisas certas pra atingir resultados melhores otimizando seu tempo e sua energia.

Eu me sinto produtiva quando sei que eu estou no controle das minhas metas e objetivos. Que não estou me deixando levar pela correria do dia a dia, pela agenda dos outros ou por aquilo que é mais fácil, mas não é minha prioridade.

E pra isso acontecer eu recomendo duas coisas muitos simples e que você já pode aplicar agora mesmo.

A primeira é sempre ir dormir com as suas 3 prioridades do dia seguinte definidas. Quais as 3 principais coisas que você tem que concretizar amanhã?

Isso tem que estar bem claro pra você e anotado em algum lugar, pra você acordar já com seu foco direcionado. Ir dormir com o planejamento do dia seguinte feito.

A segunda é tirar pelo menos a primeira hora do dia pra se preparar pra ter um dia incrível. Uma hora que vai ser só sua… sem mensagens, sem e-mails, sem qualquer influência do meio externo. Só você com você mesmo.

Bom, é assim que eu considero que se prepara o terreno pra viver em alta performance.

Você une tudo isso, todas as áreas da sua vida se conectam e entram em harmonia, e aí você decola.

Pelo menos é o que acontece comigo (não que eu ache que que já tenha atingido o estado da arte, mas trabalho todos os dias pra chegar lá). E quando eu falho em algum desses pontos, meus resultados fallham.

Ao meu ver, o resultado disso tudo, desse trabalho conjunto e harmônico, é manifestação de arte.

Meus objetivos são tão claros e significativos, que é prazeroso estar todo dia nessa busca pelo estado da arte. No hard work.

“O objetivo profundo do artista é dar mais do que aquilo que tem.” –  Paul Valéry

Isso mesmo… é prazeroso.

Quando eu coloco intenção de verdade no que estou fazendo (e tenho certeza que o mesmo acontece com você), é como se o mundo apagasse e só existisse aquilo. Aí… aí ninguém me segura 🙂

E por que tudo isso? Pra que tanto hard work? Pra que “exagerar”?

Porque eu faço tudo pela (minha) arte.

Faça pela sua também.

Já começou? Escreveu já no papel sua arte e colocou na parede, num lugar que você olhe todos os dias?

Você nem precisa já estar vivendo ela, mas precisa tê-la bem clara na sua cabeça pra saber como vai agir pra chegar no estado da arte.

Inclusive eu acharia muito legal conhecer mais sobre sua arte e do seu planejamentos pra atingir o estado da arte nela!

Compartilha comigo nos comentários!

Era isso que eu queria dividir hoje.

Viva sua arte e faça tudo por ela.

 

  • Jansen Osório

    Marininha, você não merece Palmas… Merece Tocantins inteiro! Hahaha Parabéns! Vamo que vamo! #hardwork #estadodaarte

  • Lucas Davidson

    Acredito que mais tem impacto é a influencia das pessoas em nossa vida, como se nossa mente fosse uma teia que nela ficam impurezas que param durante o dia. Através da meditação conseguir limpar meus pensamentos e ter empatia pelas pessoas, abriu os olhos para a dificuldades que elas enfrentam e acabam limitando sua mente. Assim acabei melhorando a minha comunicação, mesmo que elas tenham pensamentos totalmente diferente do seu, sua percepção muda criando uma mente sem limites.

    Vou adquiri sua dica sobre ser produtivo.

    • Gostei da metáfora da teia, Lucas.
      É bem isso mesmo. E a meditar é incrível pra resolver isso, né?
      Vem me contar depois se seguiu as dicas de produtividade e qual foi o resultado 🙂

      • Lucas Davidson

        Incrível mesmo, dá o time para sua mente.
        Pode deixar, volto aqui pra dar o feedback.

  • Zuhaitz Lizarralde

    Valorizo muito essa parte introspectiva da manhã , começar o dia comigo mesmo, sorrir na frente do espelho, meditar, Mentalizar, e tomar um tempo pra mim antes de focar nas principais tarefas do dia.

    Parabéns Marina, gosto demais do teu blog e curti muito esta reflexão.

    • Você sabe bem como esse tempo é fundamental né, Zuhaitz?

      Feliz em saber que está gostando!

      • Zuhaitz Lizarralde

        Pode ter certeza, comecei com a minha rutina e não me desliguei mais 🙂

  • Leonardo Araújo Bezerra

    Excelente post!

    Você está no Snapchat também?

  • Fábio Demétrio Rodrigues

    Excelente post! Sou do MUP 1.3 e sentir que o dia foi vencedor é muito bom. Ainda mais sabendo que amanhã também será. Ótimas palavras! Sucesso!

    • Obrigada, Fábio 🙂
      Planejamento + preparação = crushing day.
      Certo?

  • Claudio Maidana

    Olá Marina. Bom! Nós aqui em casa já somos seu fã desde o seu primeiro post.

    Fico impressionado com a delicadeza que você aponta caminhos nas suas escritas. Trabalhar a arte no propósito era algo que eu ainda não tinha me dado conta e isso me parece algo MÁGICO. Não é?

    Discutimos muito sobre a arte na fotografia e na gastronomia e cada vez mais, entendo que o meu propósito maior estão ligados fortemente nessas duas áreas.

    Essas são as artes que eu pretendo viver intensamente.

    Por hora, ainda não consigo me dedicar integralmente nesse sonho, mas o tempo de realizar está bem perto.

    Gratidão pelas dicas e por inspirar o exercício da nossa arte.

    Nos vemos lá no TOPO.

    • Obrigada pela linda mensagem, Claudio.
      Sou suspeita pra falar, mas eu acho esse conceito de arte muito mágico!
      Mesmo não podendo ainda se dedicar só a esse sonho, você já está vivendo sua arte 🙂
      Nos vemos no topo, com certeza!

  • Francisco Isaac

    Obrigado!Muito Bom este Texto !!
    100% no Flow

  • Rafael Salomão

    Top Ma, conteúdo de primeira!!
    Curti bastante.. o texto está mto bem escrito também! Vou compartilhar com amigos!

  • Lucilene Maidana

    Texto maravilhoso… com certeza, quando buscamos alcançar o estado da arte no que estamos realizando, o trabalho que vamos entregar é muito mais cheio de significados, pois nele dedicamos toda a nossa energia, nosso entusiasmo.

    • Marina Teixeira

      É assim que o mundo passa a ter novas cores, quando você tem algo em que quer atingir o estado da arte!

  • João

    grande texto Marina, bem simples mas que faz total diferença sem isso n há alta performace