carta ao pai

querido pai,

quando pequena eu não era fã dos livros e ouvia de você que deveria me interessar mais por eles.

concordava e tentava, mas enquanto todo mundo pirava nos livros do harry potter, nunca consegui passar dos primeiros capítulos. não desisti, nem você, e lembro dos primeiros livros que realmente me prenderam a atenção…

o homem nu, de fernando sabino, com certeza foi um deles. depois vieram os de kafka, metamorfose e, principalmente, carta ao pai.

quantas pulgas atrás da orelha esse último me deixou… a ponto de pouco tempo depois eu te enviar uma carta.

não tenho a mínima ideia do que escrevi, e nem me lembro quantos anos tinha na ocasião. sei apenas que penso muito em você sempre e hoje senti vontade de (re)escrever minha carta ao pai, mas com um tom completamente diferente de kafka.

enquanto ele, em mais de 80 páginas, culpa o pai pela distância entre eles e a relação complicada, eu enalteço aqui, em poucas linhas, nossas semelhanças. o muito de você que há em mim, que eu agarrei ou deixei para trás.

as melhores lembranças da infância? poderia deixar uma lista aqui, filmes que passam pela minha cabeça, mas a primeira que sempre me vem a memória são os amassos.

toda noite era a mesma coisa, “pai, faz amasso”. Tínhamos que pedir muito… não sei se era quando você queria, ou quando merecíamos, mas sei que quando tinha amasso antes de dormir a diversão era sem fim. “Socorro, socorro”, e gargalhadas profundas.

desde criança eu sentia orgulho de ver que você fazia não apenas eu e o pedro felizes, mas muitas crianças. sempre ouvia das minhas amigas que meu pai era muito legal, mas pequena achava que isso era por conta do acampamento, do que você nos permitia viver.

cresci e continuei ouvindo isso. entrei na faculdade, fui morar fora, pouco contato você teve com minhas novas amigas nessa época, mas o pouco suficiente para elas criarem carinho por você e até te darmos um “título”: paulo fornece. era assim que nos referíamos a você…  fornece receitas (a inesquecível sopa de cebola), fornece ideias (teve dedo seu em alguns de nossos trabalhos), fornece respostas, fornece festa junina. a distância, sem nem saber, você gerava valor na nossa vida.

e tudo continua igual… hoje eu escuto pessoas do meu time reconhecendo esse seu jeito de ser, leve, vivo e que deixa marcas por onde passa.

sim, você nunca passa em branco, pai. e comecei a pensar que talvez esse seu jeito de ser influenciou meu amor pelos palcos e, hoje, minha vontade de mudar o mundo. eu também não quero passar em branco.

sempre fui do time “meu pai, meu herói”, desde que me conheço por gente. adorava o fato de você trabalhar em casa, de poder te pedir para me levar no ballet de vez em quando (mesmo você sempre me deixando esperar até eu quase chegar atrasada), de ter um professor para todas as matérias em casa.

dizia que não, mas adorava a batidinha clássica (em  3 tempos) que dava na porta do meu quarto sempre que chegava em casa. eu sempre caia, abria achando que queria algo, mas era apenas você não passando em branco.

gostava de ajudar a fazer folheto nas épocas de temporada, de patinar nas folhas de etiquetas, de fazer competição com o pedro na sua cadeira de rodas, de ver você escalando árvore mesmo com a perna quebrada…

reclamava toda vez que você chamava, me fazia ir até seu quarto, me deixava esperando até dizer “nada não”. no fundo eu gostava, era a confirmação de que você estava ali, pertinho.

em meio a tudo isso, eu ficava toda orgulhosa sempre que ouvia as pessoas dizerem que eu era seu xerox. hoje isso é o de menos. agora agradeço por ter muito mais de você em mim do que só a aparência.

por tudo que você é e eu admiro, mas também por tudo que é e me faz querer ser diferente de você. pelos valores que me passou e pelas crenças que, definitivamente, me fez enxergar que não quero para mim.

enfim, tudo de você que, de um jeito ou de outro, me fez aprender muito sobre mim. me trouxe clareza sobre quem eu sou, sobre o que tenho que manter e o que tenho que reinventar para ser quem eu quero ser.

o lado mais artístico veio de você. até hoje adoro encher a boca e contar para amigos que você tinha uma banda cover dos the beatles, que começou na garagem da sua casa e até ganhou prêmio de melhor cover dos beatles (sim, eu conto que neste momento você já tinha saído e não foi a Londres se apresentar, mas isso é o de menos, pois o que eu mais gosto é de saber que tudo começou com você).

o jeito para o ballet eu fui conquistando, pois nunca tive muita facilidade. mas o pouco que tinha, a elasticidade, veio de você também. e claro que eu achava o máximo e falava para todo mundo que meu pai fazia “pé na mão”.

a teimosia veio de você também. assim como a personalidade forte, meio “turrona” (gabriel que o diga). isso tudo sempre foi tão forte em você que pegou o pedro também, sorte a nossa de termos a mamãe para dar uma amenizada nas coisas.

o lado moleca também veio de você. o amor pela vida dinâmica, pela vida na natureza, pelas aventuras…

meu jeito cético de ser, de duvidar de tudo, sem dúvidas também é seu.

provavelmente a vontade de criar minhas próprias regras também. entrei na USP, como você, e de novo nossas escolhas foram parecidas… não virei psicóloga, assim como você não virou arquiteto.

ok, você se formou e eu não, mas desde o começo a sua escolha foi outra… coincidência ou não, a mesma que eu fiz há mais ou menos um ano: criar experiências.

ou seja, o lado empreendedor vem de você também, da sua paixão por criar soluções para tudo, alternativas práticas e sempre autorais de fazer as coisas.

e tem esse seu jeito estourado de ser, que eu também puxei. estou melhorando, afinal, eu medito (e você ainda não, afinal, é teimoso e cético).

sempre foi assim, uma mescla… seu jeito leve e agradável de ser, mas estourado, que quando fica bravo é melhor sair de baixo. era duro nas broncas, muitas vezes insensível, dava patadas e nunca pedia desculpas.

isso me fez começar a aprender que o mundo não ia passar a mão na minha cabeça. que eu tinha que estar preparada para “apanhar” da vida e seguir em frente.

quando eu pedia para me levar no ballet ou buscar no inglês, e você me deixava esperando, estava me contando que o mundo não girava ao meu redor. que se eu quisesse as coisas de um jeito teria que fazer por mim mesma. se esperasse dos outros seria pelas regras dos outros, não pelas minhas.

enquanto a mamãe me ensinou a ser sensível e diplomática, você me ensinou a apreciar o mistério e o silêncio, tudo que é dito sem dizer, o que se percebe sem ser mostrado.

e então, ao meu primeiro sinal de decolagem, você se afastou e me deixou voar. Acho que peguei você e a mamãe de surpresa, assinando embaixo escolhas que vocês não esperavam.

você nunca me disse, mas ouvi de outros (e senti) que foi doloroso aceitar algumas delas. mas como bom turrão que é, sempre manteve a pose e nunca falou nada. não sei se por um respeito consciente, se porque não queria me desencorajar, ou se simplesmente porque não sabia o que dizer e como dizer.

o que sei é que sempre me deixou ir, sem colocar qualquer obstáculo e sem transferir (pelo menos explicitamente) para mim o que era seu…medos, crenças, dúvidas, angustias…

e sabe por que hoje resolvi escrever sobre nossas semelhanças, sobre as que peguei para mim e as que decidi reinventar, e assim como kafka enviar essa carta para mais pessoas?

talvez pela ilusão de achar que uma única alma possa ler isso e parar para pensar o quanto de outras pessoas existem nelas. e possam, assim, ser gratas.

a pergunta que hermann fez a Franz, “porque você tem medo de mim?” eu não poderia responder, pois nunca tive medo de você. muito pelo contrário…

talvez algumas se inspirem para ir em busca de seus heróis. você foi o meu, principal e único, por muito tempo. você me apresentou o mundo dos super heróis, o mundo onde não existe o impossível e onde não passamos em branco.

recentemente você voltou a pilotar, voltou para os ares, e meu coração se encheu de alegria, porque assim eu te vejo renascendo, sendo você, jovem, teimoso, leve, aventureiro… vivo!

este não é um acerto de contas, assim como fez franz com o pai, hermann. e nem é a resposta a uma pergunta que você tenha me feito, como fez hermann a franz. é sim, a resposta a muitas que eu mesma me faço e um grito de gratidão.

uma carta de amor… uma entre as muitas que ainda quero escrever para aqueles que, direta ou indiretamente, me ajudam a escrever minha história.

não poderia te chamar de deus, regente ou tirano, como fez franz (ainda bem), mas posso te chamar de herói.

a vida me escolheu você e hoje eu tenho o poder e privilégio de escolher meus próximos heróis.

desejo a você, pai, e a todos que puderem ler essa carta, que continuem sendo autores de suas próprias histórias. agradeço por ter despertado desde cedo essa vontade em mim e por ter me ensinado muito sobre quem eu queria e não queria ser.

com amor,

marina

 

  • Juliano Primavesi

    Emocionei 😅

  • Joana DArc Galvão

    Incrivel a onstrução do amor!

  • TALITA MENDES

    “Reclamava toda vez que você chamava, me fazia ir até seu quarto, me deixava esperando até dizer “nada não”. No fundo eu gostava, era a confirmação de que você estava ali, pertinho.” haha, tão meu pai! A distinção entre nossas histórias, a diferença no comportamento dos nossos pais, mas a certeza de que nunca passaram ou passarão “em branco”. #Gratidão.

  • Jandira Oliveira

    Linda história é bem expressiva.

  • fucking wow.

    gostei tanto que resolvi fazer uma surpresa e disparar pra mais de 300 mil pessoas do meu e-mail esse post.

    obrigado pela inspiração, my princess.

    • Ana Homem

      Sim… lindo mesmo Gabi… obrigada por compartilhar!

    • Sergio e Josiana

      deu certo p mim! Inspiração total para ler o livro tbm e continuar escrevendo.. obrigada pelo email Goffi. Abraços da Josi p vc e Marina.

    • Janaina

      Obrigada por compartilhar. Parabéns Marina, lindas palavras!!!

    • Daniele Freitas

      Muito obrigada por compartilhar! Realmente o texto é inspirador. Chorei e refleti muito ao ler cada palavra.
      Gratidão _/_

    • Maria Cristina Batista Nunes F

      gratidão pelo compartilhamento.

    • Victor Hugo

      Recebi o email Goffi, muito obrigado !

    • Victor Lima

      Vim pelo email goffi, um texto maravilhoso, que transparece uma relação de amor fraterno, de companheirismo, de querer estar perto. Um texto que transmite a essência do ser humano em ser um humano.

    • Talita Do Carmo

      Obrigada por compartilhar!

    • bruna

      Vindo direto do e-mail do Goffi… Que carta linda! Palavras emocionantes, parabéns Marina, que história! Que pai incrível!

    • Cintia Luz

      vim pelo email do Goffi. lindas palavras, belos sentimentos

    • Bruna Cota

      Vim pelo e-mail do Goffi! Que demonstração fantástica da história e relação entre você e seu pai Marina!

    • Karol Almeida

      Obrigada por compartilhar, que lindo esse texto me fez refletir sobre muitas coisas agora, Obrigada. 🙂

    • Beto Sarmento

      Simplesmente fenomenal….adorei, grande licao da vida.
      Quando eu pedia para me levar no ballet ou buscar no inglês, e você me
      deixava esperando, estava me contando que o mundo não girava ao meu
      redor. Que se eu quisesse as coisas de um jeito teria que fazer por mim
      mesma. Se esperasse dos outros seria pelas regras dos outros, não pelas
      minhas.

    • Isolda Neves

      texto maravilhosooooo….. me arrancou lágrimas!!!! Me inspirou a ser essa referencia para meus pequenos. Obrigada Gabriel Goffi pelo lindo presente nessa manhã….

    • Anne Kelly Vargas

      Obrigada por compartilhar com nós Goffi. Realmente inspirador, e a gratidão acredito ser hoje em dia um dom…o dom mais bonito das pessoas…

    • Cesar Ribeiro

      Vim pelo e-mail do Gabriel. Realmente muito tocante, transformador e profético…extremely strong! Parabéns e muito obrigado pelo valor que vocês me entregaram…have a nice day guys! 😉

    • Elen da Mata

      Fala Goffi! Já tinha vindo aqui antes, queria muito conhecer mais dessa sua parceira incrível!

      Ela me convenceu a acordar as 5:00 da manhã, em 5 min!
      A Marininha é muito especial, ela escreve de um jeito tão leve que parece que tá conversando com a gente…

      Obrigada aos dois por compartilharem tantas ideias transformadoras e lindas!
      Obrigada ao seu pai Marininha, por ter te feito assim, por causa dele vc gera tanto valor na vida das pessoas!

      Desejo os mais maravilhosos sentimentos pra vcs!
      É só o começo!
      Watch out Marininha e Goffi! =)

    • Goffi, obrigada por compartilhar essa linda e emocionante carta…
      Abraço
      #highstakeslifestyle

    • Reinaldo Ota

      Gratidão foi o que eu aprendi no M.U. Obrigado pela inspiração e pelo ensinamento de aprender sempre a resignificar.
      Valeu sim apena você ter enviado o e-mail. Obrigado Goffi

    • Ariane Leite

      Obrigada @gabrielgoffi:disqus por me inspirar todos os dias e compartilhar com a gente este texto maravilhoso.

    • Daiza Gonçalves

      Eu fui uma das que recebi pelo Gabriel e adorei! Lindo texto! Me inspirou a escrever um assim também!

    • Debora Oliveira

      Obrigada,muito tocante,bem lá no fundo do coração.

    • Kátia Colla

      Obrigada por compartilhar, Gabriel Goffi… que texto. Me comoveu… uma sensibilidade única, junta com muita personalidade e amor ! dose de inspiração do dia. Gratidão.

    • Émerson Morais

      Só cheguei aqui por conta do seu compartilhamento. Texto fantástico, não só por toda a carga emocional, mas pela beleza da gratidão e de perceber quantos acontecimentos e sentimentos foram, possivelmente, “ressignificados”.

    • Breno Souza

      Obrigado Goffi por compartilhar e com isso chegar a mim, e obrigado Marina pelo amor derramado em cada palavra. Me tocou de uma maneira mágica. Gratidão!!

    • Thiago Messias

      Maravilhoso esse texto. Cheguei aqui pela lista de e-mail do meu mestre Jedi, Goffi. Me fez reavaliar mais uma vez minhas atitudes em relação à criação da minha filha que está fazendo 2 anos nesse mês. Goffi, continue compartilhando pelo e-mail, acho mais interessante. Grande abraço pra vcs. #repect

    • Luzane Florencio e Silva

      Vim, através do email. Me fez refletir e agradecer pelo pai que tenho. Obrigada!

    • Layla Ehing

      muuito bom! vim através do e-mail também! partilhe sempre 🙂

    • David Barros

      Cheguei aqui pelo disparo do Goffi também! Parabéns pelo texto! O olho marejou hahaha..

    • Diana Maron

      Texto MARAVILHOSO!! E um blog INCRIVEL! LINDO! Eu diria “fucking wow” para todo o blog, de verdade! Obrigada, Goffi por ter disparado este email, através dele cheguei aqui e me encantei. 🙂
      Marina, seu trabalho é INCRÍVEL!

    • Gizella Gigliotti

      Goffi, obrigado por compartilhar esse lindo texto da Marina!!! Linda e inspiradora esta carta, para pensarmos sobre nossas relações e os valores que deixamos nos outros, principalmente nas relações pais – filhos!!! <3

  • Gabriel Sant’Anna

    sensacional !!

  • Elsiane

    Incrível. Graças ao email do Goffi pude ler! ❤

  • Suelen Moraes

    Mama que texto maravilhoso, me tocou e emocionou muito!! Simplesmente lindo!!

  • Eveli Cavalcante

    Era pra chorar? Gratidão!

  • Betto Blume

    Obrigado Goffi, pela oportunidade de ler essa Carta!

    Tem um toque muito pessoal pra mim…

  • Anna Joey .

    Amei! Maravilhos… <3

    #highstakeslifestyle Valeu Goffi.

  • Gratidão por ser humana, sensível e sincera <3
    aquilo que é verdade é o que toca, a melhor ação é a que nasce do amor…
    #highstakeslifestyle

  • Elton Wolter

    Gabriel Goffi gratidão por compartilhar à sua lista. Marina que texto excepcional, tenho um filho pequeno e tenho este desejo de nunca passar em branco na vida dele….. Ensiná-lo e encorajá-lo a ser uma pessoa de bem ………….. Parabéns

  • Fabiane Mariano

    Lindo texto marina gratidão pelas suas palavras…

  • Gabriel Rocha

    Lindo texto Marina!
    Obrigado Goffi por compartilhar!!
    #highstakeslifestyle

  • Caíque Coelho

    Muito incrível seu texto Marina, obrigado por compartilhar esse lindo pensamento conosco, com certeza me fez pensar muito nos aprendizados que tive do meu pai!

  • Cleber Nunes Silva

    Parabéns! High Stakes.

  • MARTA JACOB

    Bonito isto de ver o que veio do pai e o que é próprio… tudo dito de um modo leve mas que vai fundo, sem se levar a sério,s em ser solene, mas tocando fundo com o que há de mais humano nas relações pai filho. Também bonita a consciência de saber que somos fruto de nossas experiências mas também de pessoas que nos influenciaram e nos impressionaram, e com as quais decidimos que gostaríamos de parecer, ou de imitar. Realmente uma carta de amor. E na vida, o amor é tudo, torna tudo possível, forma uma base, que se faltar, tira todo o brilho e o gosto de viver.

  • Marcus Germani

    Espetacular! Ainda mais para quem e’ pai! emocionante, verdadeiro e de extrema delicadeza e sensibilidade. Mto bom mesmo!

  • Paulo Gularte

    Show. Parabéns pelo texto. Inspirador. Obrigado Goffi por compartilhar no email. Abraços.

  • Eliane

    Excelente! Sou uma das pessoas que leu por indicação do Gabriel Goffi. Valeu a pena!

  • José Tebet Júnior

    Parabéns, Marina! Seu texto está ótimo, especialmente para que é pai, como eu. Ao mesmo tempo em que me trouxe lembranças de histórias co meu pai, me fez refletir sobre a minha relação com meu filho. Trocar experiências, nos permitir a ouvir o outro, gera valor a nossas vidas.

    Gratidão, Marina! Gabriel, gratidão por ter compartilhado com seu mailing!

  • Tatiana Flores

    Marina te sigo desde que comecei a fazer o curso com o Goffi. Gostei muito do texto. Como minha história (aparentemente) é diferente da sua, sempre desdenhei esse tipo de analogia – pai herói. Eu conheci o meu pai e tenho todas as razões para chamá-lo de anti-herói. No fundo eu sempre odiei o meu pai e a minha (ausência) de história com ele. Um dia, vendo o documentário do Tony Robbins, algo me tocou profundamente. Se era para culpa-lo pelas coisas que deram muuuito errado, eu também deveria culpa-lo de forma consciente e eficaz por tudo que deu muuuito certo na minha vida. E isso significa reconhecer para mim mesma que muito da nossa (não) história me moldou. Eu precisaria aceitar que muito do que eu sou hoje, eu deveria agradecer a ele. “Se você o culpa por toda a merda, vc deveria culpa-lo por toda a coisa boa também”. Foi ele que me mostrou como não ser, foi ele, ao mesmo tempo, me mostrou como ser EU… Como ser forte e caminhar mesmo não tendo nenhum carinho, nenhum amasso pela noite, nenhum apoio. E é isso Marina: quanto dele há em mim. Há muito. Muito mais que eu poderia acreditar. O ódio transmudou-se em gratidão. Se não fosse ele, eu não seria EU… Por isso, mesmo tendo como pano de fundo histórias tão diferentes, há um fio condutor tanto na minha, quanto na sua história: somos, nós duas, autoras de nossas histórias. Somos (ou tentamos ser) uma reinvenção, a melhor versão de nós mesmas… Aceitar isso, ser grata pelo “pai” que eu tive, acalmou o coração. Trouxe foco, determinação e mais que isso: mansidão. Mansidão que sinto quando terminei de ler o seu texto. Gratidão também por poder “conhecer” pessoas como vc.

  • Maik Jhonata

    Goffi obrigado pelo e-mail.
    Amo me inspirar em pessoas com objetivos.
    Parabéns ao casal! Vocês fazem pessoas melhores.

  • Valeu Goffi, por compartilhar essa carta!

  • Miriam Tanabe

    Obrigada por compartilhar este lindíssimo post no meu e-mail, Goffi!! Obrigada Marina, pelas lindas palavras!! Me cadastrei pra receber seus posts!! Obrigada!

  • Luccas Borges

    Valew Goffi por compartilhar!

  • Juliana Moraes

    minha inspiração dos palcos, e agora, da vida!

  • Mariana Leite

    Que texto maravilhoso eu recebi no email através do Goffi. Tem muita sensibilidade nas palavras, obrigada pela inspiração.

  • Emily

    Texto lindo e inspirador. Recebi o e-mail do Goffi para ler a carta. Fazia um tempinho que não passava por aqui. Seus textos são ótimos e temos a sensação de poder viver com você cada detalhe. Esse é o poder de quem sabe colocar bem as palavras, de fazer o outro imaginar cenários e sensações que só foram vividos por quem de fato escreveu. Parabéns, Marina!

  • Ester Moreira

    Recebi o email Goffi..Muito obrigada por compartilhar!!

  • Letícia Dias de Faria

    Ola Goffi Recebi o E-mail!! Muito obrigada por compartilhar este Post lindo!!
    Inspirador!! Adoro seus vídeos e cada dia mais procuro aprender um pouquinho mais!!

  • Carlos Sanchez

    Simples assim: Gratidão pelas palavras que estavam adormecidas em minha Alma, Coragem por compartilhar com estranhos e heroísmo por transformar vidas.
    Muito Obrigado Gabriel pelo link, Muito Obrigado Marinha pela Inspiração e Muitíssimo Obrigado DEUS pela oportunidade de ainda vivo poder mudar…

    Paz, Prosperidade, Saúde hoje e sempre…

    Fraternalmente,

    Carlos Augusto.

  • Maria Celeste Rodelli

    Recebi o email pelo Gabriel Goffi… obrigada Goffi pela gentileza… obrigada Marina pela sensibilidade e realidade…

  • Josiane S. A

    Muito lindo, com certeza muitas almas ficaram gratas por lê isso como eu fiquei (:

  • Jô Fuzaro

    Obrigada por compartilhar Goffi, lindo texto Marina. Lembrei -me muito das minhas semelhanças com o meu pai. Que também é o meu heroi.

  • Simples e bela, como toda coisa pura. Como um livro de Richard Back: Somos todos um. Parabéns.

  • João Pedro Santos

    Não só a carta mas todo o blog é perfeito!
    Valeu Goffi, simplesmente incrível, tudo que você falou no e-mail sobre ela é realmente verdade.
    #emailvip

  • Raquel Faria

    Recebi pelo e-mail do Goffi, e vim conferir. Texto emocionante, q msm para quem não teve um herói como o seu, me fez refletir sobre quem eu sou e minha essencia. Gratidão

  • Vanessa Bueno

    Lindo Marina, fiquei emocionada! 😀

  • Chico

    Vim através do e-mail do Goffi. Muito bom o texto!

  • Aline Bruno Ribeiro

    Incrível ❤️

  • Aifos Costa

    Marina, recebi o e mail do Goffi sugerindo esta leitura. O que mais me chamou a atençao do seu texto é a dimensao que as suas palavra tomam. A clareza das mesmas sem qualquer preocupaçao se este conteúdo farà parte dos primeiros lugares do Google. E que maravilha poder lêr palavras autenticas, quando o mundo foge para se tornar tao diferente do que afinal somos. Preservar a nossa essência é e serà sempre a nossa 🏅de ouro. Obrigada Marina e Goffi pela sugestao. ❤️

  • Jerlhia Granato

    Vim pelo e-mail do Goffi…..como é bom conhecer essas histórias, nos faz sentir mais humanos, mais importantes, mais “país”, e ver que podemos ser “Paulos” na vida de nossos filhos. Sempre penso que quero ser pelo menos uma mãe que não passe em branco, enfim, gratidão!!!

  • rosana

    Recebi e-mail do Goffi, e vim conferir. Texto inspirador.

  • Danielle Gonçalves

    Lindo texto, Marina.
    Recebi o e-mail do Goffi e não poderia deixar de conferir.
    Parabéns pela sensibilidade nas palavras. Desejo que se encontre e se desencontre sempre que encontrar com pessoas heroicas como o seu pai. O dom mais bonito na vida é se reinventar. Parar jamais.

    Sucesso.

  • Emanueline Nascimento

    Que linda tua mensagem, me emocionei. Gratidão por suas palavras. Valeu ter vindo conferir o e-mail do Goffi.

  • Raffaella Vicente

    Ameeii!! Simplesmente emocionante! Parabéns Marina! ps: vindo direto do email do Goffi

  • Cristina Evaristo

    Extraordinário… Vi muito do meu pai no seu pai, e por um breve momento o senti vivo ao meu lado, e me veio muitas lembranças de quando ele era vivo e transformava minha vida dia após dias. GRATIDÃO MARINA

  • Giovani Silva

    Parabéns!!! Um texto muito marcante. Vim direto do email do Goffi. Gostei bastante. Palavras inspiradoras

  • Caroline Oliiveira

    Obrigada por enviar esse texto maravilhoso Goffi. Parabéns Gabi.

  • Carol Pereira

    Apareci por aqui pelo email do Goffi, ele ficou tão extasiado com esse texto inspirador que nos proporcionou sentir a mesma sensação….ou mais…..obrigada, Marina, você é excelente!

  • Marcio Pedrosa

    Cheguei aqui pelo email do Goffi.
    Parabéns Marina !!! Pois a cada linha que eu lia, eu relembrava toda minha história com meu pai, como é bom termos um PAI que podemos chamar de Herói, o meu tbm é meu grande Herói e o mais emocionante é que lendo me trouxe altas idéias para surpreende-lo. Valew !!!!

  • Gisele Schneider

    Obrigada Goffi e Obrigada Marina pela oportunidade de ler esse texto

  • Valéria Martins

    Obrigada por compartilhar essa carta conosco, fala de amor, de admiração, de vida, escolhas .. um texto envolvente e que nos remete a pensar e repensar nossa vida, relacionamentos e escolhas. Amei!

  • Simar Lima Alves

    Vim pelo email do Goffi,e valeu muito apena.Em um mundo onde os sentimentos e gestos de carinho são
    deixados em ultimo plano,ver tão bela declaração de sentimentos e lembranças tão tocantes é impossível
    contar a emoção!!!

  • Marcia Ferreira Antonio

    Cheguei aqui pelo email do Goffi. Diz pra ele que valeu a pena sim, compartilhar com a gente. Já sou fã de carteirinha de vocês dois. Aliás, vocês existem? hahaha…. Que casal lindo! Quero dizer, as idéias de vocês e a forma como se expressam é demais. Amei! Já inscrita na newsletter. Obrigada pelo texto lindo e inspirador!

  • flaviacras

    Lindo… e muito maduro! Que todos possam um dia alcançar este nível de reflexão sobre si e suas relações. Fantástico. Obrigada à vc e ao Goffi, por compartilharem.

  • Láila Barros

    Vim pelo e-mail do Goffi. Uma bela carta com maravilhosas e sinceras palavras. Parabéns Marina! E muito obrigada por compatilhar!

  • Barbara Hannelore

    Ser grata. Essa essência da gratidão traduzida nessa atitude de demonstrar tantas semelhanças e ao mesmo tempo, tantas escolhas distintas que te fazem ser a Marina. Muitas vezes culpamos o outro por muito do que nos reflete em coisas negativas, quando na verdade existe também essa possibilidade de culpar o outro pelo que nos é positivo também. Por vezes senti a palavra culpa numa conotação pejorativa, depois entendi que culpa é atribuir responsabilidade, num sentido mais singelo mesmo. Ser turrona é culpa do meu pai, ao mesmo tempo que também é culpa dele esse amor que transpassa o peito e explode em mim todos os dias. Amor pela vida, pela natureza, pelo impossível, pelo não feito, pela descoberta, por se reinventar todos os dias. É culpa dele minha curiosidade pela vida e não abro mão! Ganhamos e herdamos e ao mesmo tempo traçamos nosso caminho! Obrigada por compartilhar minha linda! bjo grande

  • Vera Lucia Dos Santos

    Gostei! Texto sensível, claro , verdadeiro. E percebi mesmo, que o importante não era agradar a ninguém e sim se expressar única e verdadeiramente com o coração.

  • Alexia

    Olá! Recebi um e-mail do Goffi e decidi ler essa carta linda e emocionante. Continue escrevendo com tanta ternura e sentimento. Estarei acompanhando. Abraço.

  • Leandro

    Extremamente fascinante.Incrível esse relacionamento.Vim pelo email do goffi goffi,e nossa Que dedicação.Obrigado#actionbytheworld

  • Anne Soares

    Direto do e-mail do Goffi para uma lição de amor. Nos faz refletir o quanto temos de nossos heróis e por vezes deixamos passar despercebidos. Parabéns pelas sábias exposições.

  • Nicoli Rodrigues

    Que texto maravilhoso. Tanto me fez refletir, que agora sou só lágrimas. Lágrimas essas que ao ler o que eu nunca tive em um amor paternal, mas por sorte, recebi em maternal. E hoje, mais do que nunca, quando eu conceber meus filhos, desejo o mesmo amor para eles, mas também um amor paternal. Pois este, faz muita falta. Gratidão!
    Vim pelo email do Goff.

  • CLAUDIA

    Recebi pelo email Goffi, Sempre fui bem resolvida quando o assunto é pai, mas admito que quando li o texto, senti saudades do que eu nuca tive. Obrigado por dividir seu pai comigo!!!

  • Leonardo Schepff

    Também vim pelo e-mail do Goffi. Ótimo texto.

  • Julia Frade

    Mama, sem duvidas seu pai é uma pessoa especial!! Tenho guardado na minha memoria só lembranças boas dele… Você tem a sorte grande de ter esse homem como pai. Seu texto foi emocionante!! Parabéns… Beijos

    obs: vim pelo email do gofii

  • Priscila Nabarrete

    E-mail do Goffi… Vontade de conhecer sr Paulo! Linda declaração!

  • Fabio Villaça

    Marina e Goffi… A vida é um misto de Emoção e Razão… Por vezes, são facetas antagônicas em alguns momentos de nossas vidas. Em alguns outros são complementos um do outro, gerando uma percepção de nós mesmos e de nosso entorno, tão grande, tão imensa, tão completa que irá talvez nos assustar.
    Teu texto, Marina, revela um destes momentos… Pelo menos foi assim que bateu prá mim… Um absurdamente belo e consistente encontro da Emoção e da Razão… Total gratidão a você, Marina e a você, Goffi!
    You’re so beautiful and tender High Stakes couple…
    #highstakeslifestyle #loveisallweneed

  • Adriana Pestana Greenhalgh

    Vim pelo e-mail do Goffi e cada dia admiro mais esta parceria!!!! Marina que coisa linda….que todos possam ler e refletir sobre este texto belo, sincero e emocionante!!!Parabens!

  • Deborah Carvalho Santos

    Q LINDO, MARINA! PARABÉNS POR SER EXPLÍCITA NO SEU AMOR! ME FEZ CHORAR DE EMOÇÃO!
    OBG GOFFI, POR COMPARTILHAR!

  • Isabel Ruiz

    Obrigada, Marina. Sou uma mulher de 59 anos que se identificou demais com sua carta. Também tive um pai assim, que me ensinou muito da vida. Procurei criar meus 3 filhos da mesma maneira, não consegui 100%. Ele era muito ponderado e eu exagerada (rsrsrs) nas emoções. Mas creio que me aproximei dos 80%. Sua carta diz tudo que sempre quis dizer ao meu pai e agora leio pra ele, na esperança de que, onde quer que esteja, possa compreender a extensão do meu amor. Obrigada, querida!

  • Luiz Alves

    Agradeço o texto.

  • jonatas

    emociante o texto. Nos faz refletir sobre o quanto de cada que passa em nossas vidas fica em nós.
    #highstakeslifestyle

  • Jéssica Dalcin da Silva

    O ‘amasso’, lá em casa, tem o nome de ‘afofamento’.
    Mas tem suas condições. “Pai, faz afofamento? Mas não vale me deixar sem ar de tanta cócega, daí não tenho força de afofar de volta”. 😀

  • . . . simplesmente lindo e emocionante. . .

  • Uiliam

    Me emocionei. Gratidão.

  • Nayra Evangelista

    Texto ótimo, emocionante e muito bem escrito! Obrigada Gabriel Goff pela dica enviada por e-mail.

  • Rógerson Macedo de Oliveira

    Emocionante! Me emocionei em alguns momentos, apesar de supor que o objetivo da “carta” não era esse.
    Grato pelo oportunidade de leitura mais uma vez e pelo Goffi que encaminhou por email.

  • Gratidão!
    Cheguei até aqui, graças ao disparo do e-mail do Goffi.

    Show, o texto.

    Gratidão mais uma vez.

  • Charles Moraes

    Meus parabéns Marina belas palavras, gratidão a quem te deu amor e mostrou o caminho a seguir. Para que você construa sua historia, muito lindo. Obrigado Goffi por ter enviado o e-mail, muito obrigado de coração.

  • Elton Ribeiro

    Incrível essa carta, uma reflexão sobre a vida, e o que levamos das pessoas, o que é importante. Nos faz querer ser o melhor possível para que deixemos marcas positivas na vida das pessoas! Valeu Goffi!

  • Miguel Gemal

    Uauuuu!!! Perfect!!

  • fatima

    obrigada.

  • Inspirador…sem palavras mesmo!!!!. Te admiro muito e o Gabriel também. São pessoas como vocês que vão mudar o mundo. Quero muito me conectar mais com vocês. Grande Abraço.

  • DELVANIA OLIVEIRA

    Muito obrigada, pela oportunidade de fazer uma incrível reflexão, suas palavras, Kafka, minhas memórias, é uma leitura incrível.

  • Diego SAldanha

    Marina , muito legal o artigo e o blog. Veio em boa hora. Também cresci na arte (músico, cantor, compositor) e tive que abrir mão de um sonho para me render ao mundo comum e me aprisionar no mundo corporativo ! Servirá certamente como incentivo para dar asas a novos projetos . Valeu por compartilhar Goffi.

  • virma

    Vim pelo e-mail do Gabriel,linda mensagem e espero que sirva de exemplo para muitas pessoas terem sempre gratidão pelas relações familiares.Obrigado,Gabriel.

  • Adorei a publicação. As palavras usadas. Essa emoção em tratar o pai e colocar o sentimento no lugar certo. Obrigado pela indicação, Gabriel.

  • Ronaldo

    Boa tarde! Vim pelo e-mail do Gabriel. Texto de escrita simples, porém integro e sincero. Me fez refletir sobre minhas origens, família, valores. Sou grato por tudo. Me identifiquei com muita coisa. Abraço/ Ronaldo

  • Arlinda Flores Coleto

    Marina você é sensível e amorosa pelo que noto em suas palavras. Parabéns!!!!!

  • Joyce Martins

    Que texto inspirador , com certeza feito de coração e que motiva a todos de um forma sensível a repensar sobre quem Podemos ser a partir de quem nos inspira. Obrigada Marina por essa carga de inspiração e obrigado Goffi por ter compartilhado o e-mail.

  • Atílio Antônio

    Que energia e sentimentos lindos, de alguma forma cada um que leu sua carta conseguiu enxergar um pedaço da sua vida, parabéns Marina e continue nos inspirando…

  • Josef Sanchez

    Marina, sensacional o seu texto! Deu vontade de conhecer o seu pai
    Goffi, obrigado por compartilhar este texto com os seus leitores.
    Tento seguir duas idéias para minha vida, “somos nós quem fazemos nossa vida” e “temos que ser exemplo para os outros”, eles podem se parecer antagônicos, mas na verdade os considero complementares. Através de seu texto você demonstra isso, seu pai foi um grande exemplo para você e com certeza para outros ao redor dele. Também tive o privilégio de ter um ótimo exemplo de pai. Mas, muitos,por vezes, não tem. Agora, seja qual o exemplo de pai que você teve, você, e só você, que faz a escolha de colher os ensinamentos que ele te transmitiu, sejam bons ou maus.
    Parabéns Marina, por ter extraído o melhor que o seu pai transmitiu.
    Parabéns ao seu pai por ter sido este exemplo de pessoa.
    Obrigado por nos proporcionar esta lição de exemplo de vida.

  • Marcel palomo

    Eu não conheço você marina, e nem precisaria, o texto fala por ele mesmo. O que você escreveu penetrou no mais fundo da minha mente hoje, fez eu pensar nas pessoas que estão ao meu redor, nos heróis do dia dia, pensei no abraço com mordida no pescoço que minha mãe sem pedir licença me da, nas coisas que minha família diz e eu nem dou muita bola, sem mais delongas obrigado por fazer eu pensar mais um pouco neles, obrigado.

    Ps: estou aqui graças ao Gabriel que me mandou teu texto por email

  • Bruna Cardoso

    Uau, emocionada! Obrigada Gabriel Goff por ter compartilhado no email e parabéns Marina! #PorMaisInspiraçõesComoEssa

  • Rodrigo Di Stani

    Sensacional, Marina!

    Valeu pelo e-mail, Goffi!

  • Daniel Finkler

    Bahh, teu pai é show, e a tua sensibilidade em perceber isso também. Depois de ler isso, senti muito vontade de ser mais o teu pai ( high) e menos diversas coisas que acabei refletindo, ao ler o teu texto, sobre mim ( down). Valeuuu.
    A propósito, Gabriel pode continuar mandando dicas de textos por email, pois cheguei aqui através dele.

  • Camila Oliveira

    cheguei aqui através do email do Gabriel, muito lindo o texto me emocionei..

  • Danielle Mesquita

    Bem LINDO!!!!….me fez parar e refletir…”clareza sobre quem eu sou, sobre o que tenho que manter e o que tenho que reinventar para ser quem eu quero ser”. Como mãe de dois filhos, preciso equilibrar os “pratos” da minha vida…mãe, esposa, autora de minha história, dona de casa, empreendedora, voluntária nas missões de Deus, filha, irmã, amiga….
    Uma verdadeira HIGHSTAKE!!!!
    Action!!!!

  • Sabrina Marmirolli Paschoal

    Também vim pelo e-mail do Gabriel. Parabéns, Marina, pela sensibilidade, coragem, amor e gratidão. Sei como é ter um pai a quem consideramos herói. É um privilégio para poucos merecedores. Que bom que fazemos parte desse time. Abs.

  • Thiago Messias

    Maravilhoso esse texto. Cheguei aqui pela lista de e-mail do meu mestre Jedi, Goffi. Me fez reavaliar mais uma vez minhas atitudes em relação à criação da minha filha que está fazendo 2 anos nesse mês. Goffi, continue compartilhando pelo e-mail, acho mais interessante. Grande abraço pra vcs.

  • Helio Braga d’Avila Mendes

    Inspirador…

  • Jonas Crescencio

    “Talvez pela ilusão de achar que uma única alma possa ler isso e parar para pensar o quanto de outras pessoas existem nelas. E possam, assim, ser gratas.”

    Meu pai partiu há mais de um mês desta vida. Você realmente me fez pensar nas semelhanças que herdei e em tudo o que aprendi com suas diferenças, mostrando-me que o mundo não é tão redondo assim e belo como eu pensei. E me sinto muito grato por isso. Obrigado!!!

  • Tattiana Boto

    Mariana, parabéns linda carta….enquanto lia pensava no meu filho de 7 anos, das coisas que posso melhorar….dos ensinamentos que muitas vezes por estarmos no corre corre do dia e das preocupações deixamos de ensinar. Sou mãe e tive um avô/pai que me ensinou muito. Obrigada por compartilhar. Recebi por email através do Goffi.

  • lilian Castanheira

    Ai eu sempre dou uma passada para da uma lida nos texto da Marina que realmente são lindos e inspiradores mas hj em especial dei um pulinho aqui pq o Goffi envio um e-mail e nossa>! realmente valeu muto apenas .

  • Thales

    Obrigado Gabriel Goffi por indicar a leitura, e obrigado Marina por mostrar pra mim o exemplo de pai a ser copiado. Minha filha agradece! Valew

  • Dario Carusso

    Lindo, lindo texto! Parabéns, Marina.

  • Marcos Alvarenga

    Cheguei aqui pelo Goffi tb, muito show!

  • Andre Paz

    Lindo texto, como filho e como pai pude me identificar em várias partes do texto. Gratidão

  • Cintia Souza

    Marina, vim pelo disparo do Goffi…. mas sua sensibilidade já me foi visível nas poucas vezes em que tivemos juntas!

    No evento ao vivo da High Stakes em SP e na Amazônia no retiro do Flavio. Me lembro de ter dito à você que era para interrompermos a conversa da minha filha de 13 anos (que não parava de falar) com o Goffi, pois estava preocupada que ela estivesse atrapalhando o momento de vocês jantarem, e você disse: “Mas é o Goffi que está falando, ele está amando”.

    O mundo realmente precisa de pessoas assim, que possuem sensibilidade e coragem o suficiente para mostrar o que pensa! Parabéns pela linda carta. E parabéns ao seu pai por ter lhe conduzido nessa jornada da sua vida. Beijinhos com carinho e admiração (meu e da minha filha..rs)!

  • Anderson

    Sensacional, Fantástico e Mágico….Parabéns!!!

    O Mundo precisa mais disso!!!

  • Christian Papa

    Tocante mesmo , tirei muito aprendizado nessas linhas !

    Não podemos mesmo passar em branco.

    Curti receber esse email , obrigado !

  • Laís

    Quantas reflexões seus textos me provocam e tocam! Obrigada Marina por compartilhar experiências e seu olhar sobre elas, pelo menos comigo, incentiva a começar a enxergar e não apenas ver situações, fatos, eu mesma , enfim a vida!
    Ps: Vi o e-mail que o Gabriel Goffi enviou, entretanto já acompanho Tudo pela Arte há um tempo, mesmo assim obrigada relacionar esse texto da Marina em sua lista de e-mails.

  • Carlos Rodrigo

    #emailvip

  • Sergio Barraza Briginas

    Belas palavras soam harmoniosas, quando temos um amor assim na vida a gratidão transborda da alma. Sinto o mesmo pelo meu pai e me inspiro nele pra me superar…uma motivação poderosa. Gratidão Marina

  • Robson Alcantara

    Goffi, texto muito bom para refletir sobre os nossos valores e filosofia de vida. E também perceber o que as nossas atitudes podem fazer diferença na vida das pessoas. Vim através do e-mail

  • Bruna Castro

    Wow tbm vim pelo disparo do goffi, lindas palavras Marininha, como fui criada mais pela minha mãe pensei nela, os meus olhos tbm sentiram a emoção daqui !! Lindas palavras sinceras..

  • Tayná Sant’Anna

    Sobre o lance do #wefuckingcare!? rs Essa carta é aaaaaawesome … Suspirei inúmeras vezes enquanto lia tomando meu café matinal <3 <3 Obrigada pela experiência!